Desafinado Lyrics

Gal Costa

credits


publisher: ©CORCOVADO MUSIC CORPORATION
writers: Antonio Carlos Jobim, Newton Mendonca
album: Track 9 in album Índia
release date: 1973
popularity : 33 users have visited this page.
genres: Latin Funk / Soul
styles: Bossanova/Samba/MPB
length: 2:39

Album Information

label: Philips
country(area): Brazil
format: 12" Vinyl
script: Latin

Cover Art

Gal Costa Índia cover art

Lyrics

sponsored links

It's likely your browser's cookies are disabled. You'll need to turn cookies on. We can only display part of these lyrics to any suspicious robots due to licensing restrictions.

Se voc disser que eu desafino amor
Saiba que isso em mim provoca imensa dor
S privilegiados tm ouvido igual ao seu
Eu possuo apenas o que Deus me deu
Se voc insiste em classificar
Meu comportamento de anti-musical
Eu mesmo mentindo devo argumentar
Que isto bossa-nova, isto muito natural
O que voc no sabe nem sequer pressente
Que os desafinados tambm tm um corao

Fotografei voc na minha Roleiflex
Revelou-se a sua enorme ingratido
S no poder falar assim do meu amor
Este o maior que voc pode encontrar

Video

Track Listing


12" Vinyl 1
  • 1 Índia
  • 2 Milho verde (folclore português)
  • 3 Presente cotidiano
  • 4 Volta
  • 5 Relance
  • 6 Da maior importância
  • 7 Passarinho
  • 8 Pontos de luz
  • 9 Desafinado