Jumento celestino Song Lyrics

Mamonas Assassinas

It's likely your browser's cookies are disabled. You'll need to turn cookies on. We can only display part of these lyrics to any suspicious robots due to licensing restrictions.

Tava ruim lá na Bahia, profissão de bóia-fria,
trabalhando noite e dia, não era isso que eu queria,
eu vim-me embora prá São Paulo.

Eu vim no lombo dum jumento,
com pouco conhecimento
enfrentando chuva e vento,
dando uns peido fedorento,
até na bunda fez um calo

Chegando na capital,
uns puta predião legal.
As mina pagando um pau,
mas meu jumento tava mal
precisando reformar

Fiz a pintura,
importei quatro ferradura,
troquei até dentadura
e prá completar a belezura
eu instalei um roadstar!

Descendo com o jumento na maior vula
ultrapassei farol vermelho
dei de frente com uma mula
Saí avuando, parecia um foguete
só não estourei meu coco pois tava de capacete

Me alevantei o dono da mula gritando
o povo em volta tudo olhando
e ninguém prá me socorrer
Fugi mancando e a multidão se amontoando
em coro tudo gritando:
Baiano, cê vai morrer!

Depois desse sofrimento, a maior desilusão
prá aumentar meu lamento
foi-se embora meu jumento
e me deixou as prestação

Hoje eu tô arrependido de ter feito imigração
volto prá casa fudido, com um monte de apelido
O mais bonito é cabeção!

Track Listing


CD 1
  • 1 1406
  • 2 Vira-vira
  • 3 Pelados em Santos
  • 4 Chopis centis
  • 5 Jumento celestino
  • 6 Sabão crá crá
  • 7 Uma arlinda mulher
  • 8 Cabeça de bagre II / Baby Elephant Walk (Música incidental)
  • 9 Mundo animal
  • 10 Robocop gay
  • 11 Bois Don't Cry
  • 12 Débil metal
  • 13 Sábado de sol
  • 14 Lá vem o alemão
  • credits


    album: Track 5 in album Mamonas Assassinas
    release date: 1995-6-23
    popularity : 26 users have visited this page.
    genres: Rock
    styles: Pop Rock
    length: 2:38

    Album Information

    label: EMI Music Brasil
    country(area): Brazil
    format: CD
    barcode: 724383508228
    script: Latin