Reza vela Lyrics

O Rappa


publisher: ©Warner/Chappell Music, Inc.
writers: Marcelo Falcao Custodio, Lauro Jose De Farias, Rodrigo Valle, Marcos De Campos Lobato, Marcelo De Campos Lobato, Alexandre Monte De Menezes
album: Track 7 in album O silêncio q precede o esporro
release date: 2003
popularity : 1 users have visited this page.
length: 4:20

Cover Art


sponsored links
Larara
A chama da vela que reza
Direto com santo conversa
Ele te ajuda te escuta
Num canto colada no chão mas sombras mexem
Pedidos e preces viram cera quente
Pedidos e preces viram cera quente

A fé no sufoco da vela abençoada no dia dormido
O fogo já não existe ali saíram do abrigo
São quase nada
A molecada corre e corre, ninguém tá triste
A molecada corre e corre, ninguém tá

Se tudo move se o prédio é santo
Se é pobre mais pobre fica
Vira bucha de balão ao som de funk
E apertada tua avenida
A cera foi tarrada
Não se admire

Se tudo move se o prédio é santo
Se é pobre mais pobre fica
Vira bucha de balão ao som de funk
E apertada tua avenida
An an an a tua avenida,
An an an
A cera foi tarrada
Não se admire

Ta no céu não espere o tiro apenas
Mire
A cera foi tarrada
Não se admire
Tá no céu balão de bucha não espere o tiro apenas
Mire

Depois da benção o peito amassado
É hora do cerol é hora do traçado
Quem não cobre fica no samba atravessado
Sobe balão no céu rezado

Depois da benção o peito amassado
É hora do cerol é hora do traçado
Quem não cobre fica no samba atravessado
Sobe balão no samba ao céu rezado

A chama da vela que reza
Direto com santo conversa
Ele te ajuda te escuta
Num canto coladas no chão mas sombras mexem
Pedidos e Preces, Pedidos e Preces, Pedidos e Preces
Viram cera quente
Viram cera

A fé no sufoco da vela abençoada no dia dormido
O fogo já não existe ali saíram do abrigo
São quase nada
São quase nada
A molecada corre e corre, ninguém tá triste
A molecada corre, ninguém tá triste
A molecada corre ninguém ta
A molecada corre ninguém ta

Se tudo move se o prédio é santo
Se é pobre mais pobre fica
Vira bucha de balão ao som de funk
E apertada tua avenida
A cera foi tarrada
Não se admire

Se tudo move se o prédio é santo
Se é pobre mais pobre fica
Vira bucha de balão ao som de funk
E apertada tua avenida
An an an a tua avenida
An an an
A cera foi tarrada
Não se admire

Tá no céu, não espere o tiro apenas
Mire
A cera foi tarrada nao se admire
Tá no cúu balão de bucha não espere o tiro apenas
Mire

Sobe balão nos eu rezado, larara
Sobe balão sobe balão sobe balão

Lararararara

A chama da vela que reza
Direto com santo conversa
Ele te ajuda te escuta
Num canto coladas no chão as sombras mexem
Pedidos e preces viram cera quente
Pedidos e preces viram cera quente

A fé no sufoco da vela abençoada no dia dormido
O fogo já não existe ali saíram do abrigo

Track Listing


CD 1
  • 1 Silêncio
  • 2 Reza vela
  • 3 Silêncio
  • 4 Rodo cotidiano
  • 5 Papo de surdo e mudo
  • 6 Silêncio
  • 7 Bitterusso champagne
  • 8 Silêncio
  • 9 Mar de gente
  • 10 O salto
  • 11 Silêncio
  • 12 Linha vermelha
  • 13 Pára pegador
  • 14 Silêncio
  • 17 Óbvio
  • 18 Silêncio
  • 19 Maneiras
  • 20 O novo já nasce velho
  • 21 Deus lhe pague
  • 22 Silêncio
  • 23 O salto II