Raimundos - Kavookavala Lyrics

Artist: Raimundos Lyrics
Popularity : 43 users have visited this page.
Album: Track 5 on Kavookavala
Rate: Kavookavala gets avg. rating 5.4 out of 10 based on 9 ratings. Rate the song now!!!


Vooka... Vooka...
Kavookavala!!!
Certa feita na fazenda, o sinistro fez visita
Mutilando o meu rebanho de forma esquisita
Procurei por toda parte respostas encontrar
Mas ninguém me disse nada que eu pudesse acreditar
Esse povo é muito doido, já inventaram a nova praga
O motivo da minha ira era um tal Kavookavala
Todo mundo que o viu, fosse mouro ou cristão
Disse que não resistiu e se mudou da região
Até Timbó Mané, cara que nunca pede arrego
Ao deparar-se com o bisonho, se desmaiou de medo
Não podia ser verdade, seria feio assim?
Disseram que por onde andava nem crescia mais capim
Não sou homi de loucura, nem de briga ou me vingar
Dei um berro em minha fúria: "Esse bicho eu vou pegar!"
Sem conversa fiada, fiz promessa de homem
Que se esse bicho eu não pegasse, eu trocaria até de nome
(O quê?)
Sem medo e nem frescura, fui caçar o bicho no mato
(Hã?)
Sem esquecer da minha garrucha, provisões e um bom casaco
(O quê?)
Passei noites em vão, muito frio e escuridão
(Hein?)
Entretanto aquela noite, eu também vi a aberração
(Ahh... mentira!)
Será o filho do capeta, tão horrível a besta-fera?
Deve ser de outro planeta, pois da Terra é que não era
Pra parar com a bagaceira, só garrucha até no talo
Mirei mira certeira, preparando o meu disparo
Pra dar o tiro certo, com toda precisão
Atiro entre uma batida e outra do meu coração
Mas será o Benedito? Muito fraco espirrei
Que espirro véi maldito, e o meu tiro eu errei
Com o barulho do pipoco, urrou a aberração
E veio feito louca na minha direção
Chegou a minha hora, e é agora que eu tô frito
Queria ver a minha cara quando eu dei aquele grito
Berrei um som do inferno bem mais feio que de um cão
Assustado com meu berro, ele morreu do coração
A cabeça decepei e o corpo eu dei pra NASA
Não pôs fé no que eu contei?
Vem ver o crânio, tá lá em casa
(O quê?)
O couro esfolei, deu um trabalho do cacete
(Hã?)
Deixei secar no sol e hoje uso de tapete
(O quê?)
E na praça da cidade, mil estátuas colocadas
(Hein?)
E embaixo está escrito que eu matei Kavookavala
(Ahh..mentira!)


If you believe the lyrics are not correct you can Submit Corrections to us

Lyrics007 gets licensed to display lyrics and pay the lyrics writers through LyricFind. The most of song titles are calibrated according to wikipedia