Ali Lyrics

Skank


publisher: ©EMI Music Publishing, Sony/ATV Music Publishing LLC, Warner/Chappell Music, Inc.
writers: Samuel Rosa De Alvarenga, Jose Fernando Gomes Reis
album: Track 11 in album Maquinarama
release date: 2000-6
popularity : 7 users have visited this page.
genres: Rock Latin Funk / Soul Pop
length: 5:05
lyricist: Samuel Rosa, Nando Reis
composer: Samuel Rosa, Nando Reis

Cover Art

Skank Maquinarama cover art
sponsored links

Ela entrou e eu estava ali
Ou será que fui eu que ali entrei
Sem sequer pedir
A menor licença?

Ela tinha o batom caqui
Com os olhos olhava o quê? / Eu não sei
Olhos de águas vindas
De outros oceanos

Ela me olhou - Quem?
Quem sabe com ela
Eu teria as tardes
Que sempre me passaram
Como imagens, como invenção!

Se eu não posso ter
Fico imaginando

Virá com ela que entrega
Vira, sim, assim virá que eu vi
Virá ou ela me espera
Virá, pois ela está ali


Ela amou o que estava ali
Ou será que foi dela o que eu amei
Como os laços fixam
Uma residência?

Ela: Alô!? E eu não reagi
Com os olhos olhava o que eu lembrei
Quando andava indo
Em outra direção

Ela me olhou - Vem!
Quem sabe com ela
Eu veria as tardes
Que sempre me faltaram
Como miragens, como ilusão!

Se eu não posso ver
Fico imaginando

Virá com ela que entrega
Vira, sim, assim virá que eu vi
Virá ou ela me espera
Virá, pois ela está ali

Ela andou e eu fiquei ali
Ou será que fui eu que dali mudei
Como uns passos mudos
de uma reticência?


Ela me olhou bem
Quem sabe com ela
Eu teria achado
O que sempre me faltava
Cores, colagens, sons, emoção!

Se eu não posso ser
Fico imaginando

Virá com ela que entre
Virá, sim, assim virá que eu vi
Virá com ela me espera
Virá, pois ela está ali


Track Listing


CD 1
  • 1 Água e fogo
  • 2 Três lados
  • 3 Ela desapareceu
  • 4 Balada do amor inabalável
  • 5 Canção noturna
  • 6 Muçulmano
  • 7 Maquinarama
  • 8 Rebelião
  • 9 A última guerra
  • 10 Fica
  • 11 Ali
  • 12 Preto Damião