Who Sang Nóiz? Emicida

Emicida O glorioso retorno de quem nunca esteve aqui cover art
Release information
Release Date: 2013
Genre: Hip Hop Latin
Style: MPB/Samba
length: 5:04
Lyrics

[Scratch: DJ Nyack]
"É nóiz por nóiz...
E se não for assim não funciona!"

[Verso 1]
Eu já esquematizei tudo, sozinho, outra vez
Meu bando de neguinho pra ruir o império duceis
No sapatinho, devagar, devagarinho
Ó só, num tira não, aí jão, onde é que tá meu din?
A diferença é que eu vim pra sacar, não saquear
Pra num criar criaca e no fim meus plano miar
Vou ratear, distribuir pros remelento
E botar a cara de Zumbi em cada nota de duzentos
Se é pelo valor, senhor, nóiz tem os nosso
Mas do asfalto prá lá, tio, negócios são negócios
Minha palavra vale na rua, onde não existe contrato
Queijo é a ísca, porque eu vou lidar com vários rato
Me benze e traz arruda de guiné
Que pra tirar essa zica só pela fé
Sou homem desde muleque, honro o que tenho no peito
Minha mãe me deu caráter, meu caráter trouxe o meu respeito

[Refrão]
É nóiz que corre no caminho do bem
Nóiz que disse é nóiz quando não virava um vintém
Nóiz, e nesse nóiz não existe um porém
Nóiz, e se não for nóiz não vai ser ninguém

[Verso 2]
Deus ajuda quem cedo madruga pro turno
Imagina o que ele vai fazer por mim quando ganhar que eu nem durmo
Nem percebo se é diurno, noturno
Na campana igual soldado, de metranca, coturno
Ligeiro passando cerol
Independente de platéia, faço o que tem que ser feito, que nem o Sol
Cumpro minha obrigação
A tempestade não se pergunta se molha os homens ou não
Ela cai, quem não guenta da frente sai, tiozão
Esse é o espírito do samurai, friozão
Sem tempo pros bagulho escroto
Me pergunta: Que tipo de sentimento é o medo?
Te respondo: Dos outro!
O meu é o mesmo há várias lua
Deixa os verme falar pelos cotuvelos, eu ainda falo pelas rua
Pelo que eu creio, tipo as Farc
Vim, pra lutar por nóiz, mesmo que for pra morrer só, igual Joana D'Arc

[Refrão]

[Scratch: DJ Nyack]
*Não vou fugir... Nem me distrair...
Não vou posso dar as costas se o problema mora aqui...*

[Refrão]

[Verso 3]
Eu sei que as rua tá cheia de filho da puta igual eu
Que não suporta mais a mesmice que se estabeleceu
Rap se tá mereceu, se quem eu citar pereceu
É porque vários do vivo num faz juz, meu
Quem na antiga fazia o que eu faço
Morria de trabalhar, hoje cê se rende pro cansaço
Inibido na preguiça, com uns tiriça
Que quando atiça, só faz mover pela cobiça
Atividade pra dar continuidade nisso
Num é pra concordar, é pra honrar o compromisso
Trago em mim o que fez Zumbi perecer
O que fez Zumbi merecer, o que fez Zumbi aparecer
Pra que nossa disposição
Não se torne daqui a anos motivo de frustração
Firmão? Vou garantir o mínimo
Tô ligado que os cara bota fé, mas nóiz também quer um dízimo!

[Refrão]

[Outro: Elisa Lucinda]
Ali vem um policial que já me viu na tv, espalha minha
Moral veio se arrependê, de tê me tratado mal, chegou
Pra mim sem aquela cara de mal
"Fala mano"
"Abraça mano"
Irmãos da comunidade, sonhadores iguais, sei do que estou
Falando há um véu entre as classes, entre as casas, entre
Os bancos há um véu, uma cortina, um espanto que pra
Atravessa, só rasgando. Atravessando a parede a invisível
Parede, apareçam no palácio, na tela, nas janela das
Celebridades, más minha palavra num sô só eu, minha palavra
É a cidade, mundão redondo, Capão Redondo, coração redondo
Na ciranda da solidariedade, a rua é nóiz cumpadi
Quem vê só um lado do mundo, só sabe uma parte da verdade
Inventando o que somos, minha mão no jogo eu ponho
Vivo do que componho, sou milionário do sonho


Tracklist
Digital Media 1
  • 1 Milionário do sonho
  • 2 Levanta e anda
  • 3 Nóiz
  • 4 Zóião
  • 5 Crisântemo
  • 6 Sol de giz de cera
  • 7 Hoje cedo
  • 8 Trepadeira
  • 9 Bang!
  • 10 Gueto
  • 11 Hino vira-lata
  • 12 Alma gêmea
  • 13 Samba do fim do mundo
  • 14 Ubuntu fristili

  • Release information
    label: Laboratório Fantasma
    country(area): [Worldwide]
    format: Digital Media
    script: Latin