Olhos Lyrics - Luís Represas

Release information
Genre: Jazz Rock Pop Folk, World, & Country
Style: Afro-Cuban Jazz/Acoustic/Pop Rock
length: 3:45

O Arco Íris não me faz medo
Se no fundo houver um pote em segredo
Que guarde a história dos homens
E esconda a história da vida
Dos olhos dos predadores

Uma tempestade não me faz medo
Se no ar houver uma força em segredo
Que anime a história dos homens
E guarde a história da vida
Dos olhos dos predadores

O mar revolto não me faz medo
Se a água não revela segredos
E benze a história dos homens
E lava a história da vida
Dos olhos dos predadores

O vento norte não me faz medo
Se a brisa sul disser em segredo
- eu amo a história dos homens
E turvo a história da vida
Nos olhos dos predadores

A Lua Nova não me faz medo
Se lá viver um Velho em segredo
Que oculte a história dos homens
E esconda a história da vida
Dos olhos dos predadores

A selva inteira não me faz medo
Enquanto houver uma árvore em segredo
Que aqueça a história dos homens
E feche a história da vida
Á estrada dos predadores

Os elementos que gritem
E a matéria se revolte
E quem mais puder que ajude
A dar novo brilho ao sol


Lyrics licensed by Lyricfind.com
Tracklist
Digital Media 1
  • 1 Neva sobre a marginal
  • 2 Olhos
  • 3 Feiticeira
  • 4 Imortais
  • 5 Ao dim ao cabo
  • 6 Fora de tempo
  • 7 Sombras
  • 8 A vez mais próxima do fim
  • 9 Proscritos
  • 10 El breve espacio en que no estás
  • 11 Guaguanco y fado