A visita Lyrics - Nervoso

Release information
Release Date: 2004
length: 4:49
Eu vim aqui saber
Se você ainda vive
Essa vidinha banal
Estou de volta, mas considero
Uma afronta, uma ofensa
Não te encontrar
Esta visita tem consistência
É mais sólida do que
O tempo que já passou

E como eu sei que a nossa conversa
Não passa de uma falsa promessa
E por eu ter andado distante
Não te encontro mais aqui

Eu peço a palavra
Nunca quis me obrigar
A ser alguém desiludido
Sem nenhuma compaixão
Peço a palavra
Nunca quis me obrigar
A ser alguém desiludido
Sem nenhuma compaixão

Essa roubada é só pra saber
Se você ainda fez graça
Ao não me responder
Eu já falei só quero entender
Não aceito vírgula
Nem ponto final
Esta visita é tão consistente
Muito, muito mais sólida do que aquilo
Que já passou
E como eu sei que a nossa conversa
Não passa de uma falsa promessa
E por eu ter andado distante
Não te encontro mais aqui

Eu peço a palavra
Nunca quis me obrigar
A ser alguém desiludido
Sem nenhuma compaixão

Entenda sempre
Que eu nunca te quis demais

Lyrics licensed by Lyricfind.com
Tracklist
CD 1
  • 1 Maus limites
  • 2 O mala
  • 3 Moça mimada
  • 4 A visita
  • 5 O percurso
  • 6 O bom veneno
  • 7 Não quero dar explicação
  • 8 Que martírio!
  • 9 Mais justo
  • 10 Já desmanchei minha relação
  • 11 Clube da luta
  • 12 Despedida sem fim
  • 13 Pra terminar
  • 14 Fim de tarde em Bangladesh