Indulgente Lyrics - Numismata

Release information
length: 3:31

Se a felicidade viesse num samba de roda
Num mote doído fingindo ser maracatu
Tropeçando em poesia
Como quem tropeçasse num rastro a procura de amor
Com o choro contido calado no fundo do peito
Implorando o respeito daquela que então desdenhou
Solidão não poderia
Conter a progressão de alegria com um acorde menor
Quando chora o meu pandeiro
Ah! ninguém cala o meu sofrer
Seu sofrer é passageiro
Ah! em matéria de dor eu sou mais eu
Se a felicidade calasse a servil melodia
E a invadisse de filosofia de botequim
Se imbuísse meus dedos cansados de diplomacia
Com o vigor das palavras que então nasceriam de mim
Se preenchesse meu peito vazio de sutil ironia
E sutil revirasse do avesso o que dou valor
A solidão não poderia
Conter a progressão de alegria com um acorde menor


Lyrics licensed by Lyricfind.com
Tracklist
  • 1 Sambîrî
  • 2 Indulgente
  • 3 Ciúme
  • 4 Mal Secreto
  • 5 O Mestre-Sala Não Veio
  • 6 Leva Meu Samba
  • 7 Samba Surdo
  • 8 Atômico Platônico
  • 9 Paciência
  • 10 Casa Vazia
  • 11 Morfeu
  • 12 Canção de Ninar
  • 13 Sambîrî (Côco)
  • 14 Ciúme (Mugomango Atmos mix)